Acolhida

O Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife é, na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), um espaço de extensão acadêmica criado pela equipe de pesquisa do professor Gilbraz Aragão, articulando conteúdos e atividades, presenciais e na internet, com o objetivo de analisar os fatos relacionados aos encontros e desencontros entre religiosidades e convicções na região, procurando promover o diálogo intercultural e inter-religioso.

Apresentação

Fazemos parte da UNICAP, cujo campus central está no coração do Recife. Somos pesquisadores do fenômeno religioso na região, ajudamos a contextualizar historicamente as religiões e a traduzir suas mensagens para o espaço público e plural, apoiamos comunidades religiosas no exercício do direito a uma fé esclarecida e respeitosa da diversidade. Seguimos a tradição dos jesuítas de colaborar com tudo o que leva a humanidade “para frente e para cima”. Por isso estamos abertos ao estudo científico das tradições de fé e à meditação mística sobre os dados das ciências; acolhemos e promovemos o mais amplo ecumenismo entre os grupos religiosos e filosóficos que defendem a justiça e a compaixão, o mais sincero diálogo com as pessoas que amam a vida e a liberdade.

Nós estamos ligados ao Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião da UNICAP, que tem mais de quinze anos e em cujos cursos de mestrado e doutorado estudam de bispo católico a bruxa da wicca, mães-de-santo e pastores protestantes, padres e religiosos, pesquisadores da espiritualidade e professores de cultura religiosa – todos fascinados pela experiência do sagrado que se vislumbra entre e para além das tradições espirituais. Com esses estudantes, principalmente os que se dedicam à pesquisa das questões do diálogo, a gente organiza o Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife.

Nossa atividade é vinculada ao Grupo de Pesquisa Espiritualidades, Pluralidade e Diálogo, onde se desenvolvem estudos sobre o diálogo entre as religiões e convicções, analisando eventos e documentos sob um enfoque acadêmico e não proselitista. Especial destaque é dado à pesquisa dos processos de educação inter ou transreligiosa em nossa cultura pluralista, envolvendo também o ensino religioso: a cultura religiosa ainda tem sido oferecida mais como testemunho de crenças pessoais do que como aprendizagem crítica sobre as experiências espirituais da humanidade. No enfrentamento político-pedagógico desses desafios, os estudos dos sistemas simbólicos e a metodologia transdisciplinar do pensamento complexo têm trazido aporte teórico e lógico para o esclarecimento das linguagens do imaginário religioso, sua contextualização e interpretação.

Objetivos

O Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife está em consonância com o projeto de pesquisa do professor Gilbraz Aragão, que trata da “Interpretação pluralista das religiões: desafios epistemológicos e metodológicos”. O projeto insere-se nas atividades em rede do nosso Grupo de Pesquisa e procura identificar alcances e limites dos movimentos e experiências inter-religiosas no Brasil, tendo em vista sua relação com os processos contra hegemônicos de aprofundamento da democracia e da cidadania, de defesa dos Direitos Humanos e da Terra.

A pesquisa do Observatório, então, analisa o quadro de pluralismo religioso, em especial as práticas dos movimentos de diálogo entre religiões e convicções na região, explorando a realidade que está sendo construída entre e além das tradições espirituais, nos espaços fronteiriços das culturas religiosas e nos entrelugares das abordagens científicas. Objetiva sistematizar bases conceituais articulando o Princípio Pluralista com as lógicas ternárias e inclusivas, buscando fundamentos epistemológicos e metodológicos para aprofundar a compreensão e promoção do respeito à diversidade espiritual e do diálogo inter-religioso e intercultural, colaborando para a construção de uma sociedade amplamente participativa.

Atividades

Este site ou espaço virtual, então, é lugar de comunicação e articulação das várias iniciativas do projeto Observatório, quais sejam:

Metas

  • Desenvolver pesquisas sobre fatos relacionados com o diálogo entre as religiões e convicções, analisando-os sob o prisma do instrumental metodológico transdisciplinar, do estudo dos sistemas simbólicos e da história comparada;
  • Promover e apoiar experiências e vivências de diálogo intercultural e inter-religioso na UNICAP e na região;
  • Acolher e aconselhar estudantes e pesquisadores desejosos de iniciação à transdisciplinaridade aplicada ao fato religioso e à sua pluralidade;
  • Gerar uma série de publicações eletrônicas e um centro virtual de documentação sobre as religiões do Recife e os seus encontros e desencontros;
  • Recolher e divulgar a produção acadêmica e educativa da UNICAP, acerca do diálogo entre as religiões e religiosidades;
  • Organizar atividades e produtos acadêmicos em rede entre pesquisadores afinados com esse campo de pesquisa, bem como intercâmbio com outros Observatórios;
  • Assessorar articulações e serviços, locais e regionais, de promoção do diálogo e do ecumenismo.

Justificativa

Percebemos que estamos entrando em uma nova era de consciência global, à qual deve corresponder uma espiritualidade mais integral, plural e dialogal. Os novos tempos ensejam a passagem da “religião do indivíduo e seu clã em busca da intervenção dos Céus” para uma “religiosidade da humanidade e da Terra”, em que o mistério da vida transparece entre nós, despertando místicas de apreço e cuidado com os outros, engendrando valores novos e novas formas de expressão dos valores tradicionais. Procuramos estudar essa transformação cultural e nos envolver transdisciplinarmente na construção da espiritualidade transreligiosa que o espírito do tempo requer, em favor da coexistência dos grupos humanos, em harmonia com o planeta. Chega o momento de somar forças e multiplicar os esforços acadêmicos e políticos em uma rede de promoção da diversidade e do diálogo – inclusive como antídoto para os fundamentalismos simbólicos que levantam bandeiras identitárias e comunitaristas em meio à crise de mudança e desenvolvimento social.

Enfim, trabalhando a temática da coexistência entre culturas e religiões, com o suporte metodológico da transdisciplinaridade, esperamos somar e multiplicar na busca por uma espiritualidade dialogal e transreligiosa. Nossos estudos apontam para a lógica do “terceiro incluído” que, debruçada sobre o fenômeno das religiões e as contradições que surgem do seu pluralismo, remete à busca de um outro nível de realidade, àquela ética do amor, que pode religar crentes antagônicos em uma fé que se faz silêncio místico ou atitude de cuidado pelos outros e pelo nosso meio. Há mais de quinze anos o nosso Observatório vem ajudando a entrecruzar caminhos entre e para além das religiões. Pois, afinal, os templos apontam para o além: se ficarmos apenas olhando os templos, perderemos o céu estrelado e o seu reflexo: em nosso interior, na natureza e na história, nos olhos do outro!

..

..