INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NA TV

O “Sala Debate” do Canal Futura, no dia 27 de maio, falou sobre uma realidade que, infelizmente, ainda é bastante presente no Brasil: a intolerância religiosa. Definida como o desrespeito ao credo do próximo, através de atos ou palavras ofensivas às crenças alheias, a intolerância religiosa é mais comum contra as religiões afrodescendentes. A Constituição Federal de 1988 e a Declaração Universal dos Direitos Humanos asseguram a liberdade religiosa e a igualdade de tratamento a todos perante a lei, independente de orientação religiosa. Durante o programa, foi debatido quais são as políticas públicas voltadas para a liberdade de credo, como os juízes têm interpretado a lei nos tribunais do país e outros aspectos do assunto. Estavam presentes no estúdio: Muniz Sodré, professor de Comunicação, sociólogo e autor de livros; Vanuce Barros, presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa da OAB-RJ; Lusmarina Garcia, presidente do CONICRJ (Conselho das Igrejas Cristãs do Estado do Rio de Janeiro). Pela Internet, participou também Flávia Pinto (Mãe Flávia), coordenadora do Mapeamento de Terreiros do RJ e Sacerdotisa de Umbanda da Casa do Perdão.

O tema voltou ao ar no 1º de agosto, através da TV Câmara Notícias: o programa Palavra Cruzada discutiu a delicada relação entre religião e Estado e debateu se a presença de símbolos religiosos nas repartições públicas e a inclusão da expressão “deus seja louvado” nas notas de dinheiro ferem a laicidade do Estado. De acordo com a Constituição Federal, o Brasil é um Estado laico e deve ter uma posição neutra no campo religioso, mas será isso o que acontece na prática? Os entrevistados desse episódio são o procurador da República, Jefferson Dias, autor da ação que pede a retirada de símbolos religiosos das reparticões públicas; Ciel Vieira, estudante que se recusou a rezar em sala de aula por ser ateu; e o ex-procurador-geral da República e membro da Ordem dos Franciscanos, Cláudio Fonteles: veja o programa por aqui.

..

Saiba mais:

Dia da África no Recife

Gestão do Pluralismo Religioso

Em defesa do Estado Laico

Bíblias ou histórias das religiões

Comitê de Respeito à Diversidade Religiosa

..

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.