PROGRAMAÇÃO DO SEMESTRE

Sobre as Religiões Abraâmicas:

“Saladino, necessitando de dinheiro para continuar a guerra contra os cruzados, chamou um rico judeu para confiscar-lhe parte da sua fortuna e destiná-la para esse empreendimento. Mas, o indulgente soberano muçulmano quis conceder uma alternativa ao comerciante e propôs-lhe um acordo. Perguntou-lhe “qual era a melhor fé”; se o judeu respondesse: a judaica, era menosprezar a fé do sultão; se dissesse: a muçulmana, era uma apostasia; num e noutro sentido, um pretexto de confiscação. Mas o judeu tinha reservado uma história edificante: “Excelência, havia um pai que tinha três filhos e um anel adornado com uma pedra preciosa, a melhor do mundo. Os três filhos rogavam ao pai que lhes deixasse o anel ao morrer, e o pai para contentar todos, chamou um bom ourives e disse-lhe: “Faça-me dois anéis semelhantes a este e coloque, em cada um, uma pedra parecida a esta”. O mestre fez os anéis tão parecidos que ninguém, para além do pai, podia distinguir o verdadeiro. Chamou à parte cada um dos seus filhos, e disse o segredo a cada um, e, cada um, acreditou receber o verdadeiro anel, que só o pai conhecia bem. É a história das três religiões, excelência. O Pai que as deu sabe qual é a melhor, e cada um dos seus filhos, ou seja nós, cremos que temos a boa”. O sultão ficou maravilhado, e deixou que o judeu partisse sem lhe pedir nada” (Novellino 112).

 

1. Grupo de Estudo

O Grupo de Estudo sobre Transdisciplinaridade e Diálogo, coordenado pelo prof. Gilbraz Aragão na UNICAP, reúne-se nas quartas-feiras, às 17h, no Laboratório do Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião (7º andar do bloco G4) e é aberto à participação de pesquisadores, mestrandos e também graduandos interessados na iniciação científica, além de militantes do diálogo inter-religioso.

Neste semestre, Isadora e Larissa, do Curso de Direito, começam um PIBIC/CNPQ sobre as in-disposições das igrejas para os desafios dos direitos humanos. Dentre os mestrandos, Luiz continua a pesquisa sobre possessão e religiões e Constantino sobre representações das religiões afro entre estudantes do Recife. Márcia vai começar uma dissertação sobre as relações entre reencarnação e ressurreição, Maria está em trabalho de campo pesquisando o crescimento dos “sem-religião” em Boa Vista… E todo mundo está assumindo o projeto comum de criar um Calendário Inter-religioso, como suporte para aprendizagens transreligiosas nas escolas. Tem gente se preparando para as próximas seleções do Programa e gente que vem porque gosta e pronto.

Os participantes compartilham o andamento de suas pesquisas e depois as reuniões do Grupo prosseguem com o estudo de uma obra. No segundo semestre de 2014 o Grupo escolheu trabalhar o livro A monstruosidade de Cristo, de Slavoj Zizek e John Milbank. Trata-se de um confronto interdisciplinar sobre a importância da religião e o significado de Jesus (Deus-homem “monstruoso”, pros hegelianos); uma controvérsia entre um filósofo ateu e pensador de esquerda, conhecido pela articulação que promove entre Hegel, Marx e Lacan, e o teólogo que fundou o movimento conservador Ortodoxia Radical. O ingresso para participar do estudo da obra, além de sua leitura, é apenas o reconhecimento de alguma ignorância…

 

2. Fórum Inter-religioso

O Fórum Inter-Religioso da UNICAP, organizado pelo nosso Observatório, articula uma série de encontros com animadores das tradições religiosas da região, para conhecimento mútuo e exercício de tolerância cultural, para refletir sobre a veneração pluralista pelo sagrado. Depois de uma fase de (re)conhecimento de quase trinta grupos religiosos mais presentes em Pernambuco, o Fórum começou a trabalhar questões transversais às tradições espirituais e neste semestre principia a série “Em busca dos pontos comuns das religiões”, revendo e agrupando os grandes troncos espirituais.

As sessões do Fórum vão se organizar como cine-debates, em torno dos documentários “Religiões do Mundo”, preparados pelo Projeto de Ética Mundial do teólogo Hans Kung. Esse Projeto se apoia em quatro convicções básicas: não há paz entre as nações sem paz entre as religiões; não há paz entre as religiões sem diálogo entre as religiões; não há diálogo entre as religiões sem padrões éticos globais; não há chance de sobrevivência para nosso planeta sem uma ética global, uma ética mundial, apoiada por pessoas religiosas e não-religiosas.

Para os debates dos filmes, então, sugerimos a leitura prévia do livro Religiões do Mundo, do mesmo autor. O Fórum reúne-se nas segundas segundas-feiras de cada mês, das 17 às 18h30, no Auditório do CTCH, primeiro andar do Bloco B da Universidade. Os próximos encontros marcados são estes, em torno das Religiões Abraâmicas:

Dia 8 de Setembro: Judaísmo, o profetismo de quatro mil anos e a sua espiritualidade histórica, alicerçada na esperança da ressurreição.

Dia 13 de Outubro: Cristianismo, a transformação do messianismo por Jesus e o movimento dos cristãos pelo mundo.

Dia 10 de Novembro: Islamismo, as revoluções político-religiosas de Maomé e dos seus seguidores, que espalham a submissão à misericórdia divina.

 

3. Visitas e Debates

A equipe do Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife está envolvida igualmente na animação de vários eventos relacionados ao diálogo, em parceria com outros grupos acadêmicos e de educação comunitária:

Religião e Política – Dia 18 de Agosto, 17h (Auditório do CTCH UNICAP). Debate sobre ateísmo, religião e política, com o coletivo anarquista Difusão Libertária.

Pretextos Sagrados – Dia 23 de Agosto, 17h. Visita guiada à exposição de pinturas de Roberto Ploeg, que reinterpreta cenas espirituais e sacraliza a vida compartilhada.

Relações Internacionais e Religiões – Dia 27 de Agosto, 14h (Anfiteatro do bloco G4 UNICAP). Debate com Maurício Wanderley, antigo membro do nosso Grupo de Estudo e doutorando em Direito UFPE.

Identidades e Diálogos das Religiões – Dia 4 de Setembro, 9h (Sala 602 do bloco G4 UNICAP). Debate com Grupo de Pesquisa na Semana de Estudos José Comblin.

Estado Laico, Diversidade Religiosa e Direitos Humanos – Dia 12 de Setembro, 14h (Sala de Conferências no térreo do bloco G4 UNICAP). Roda de conversa com Carlos Vieira, na Caravana de Educação em Direitos Humanos.

Peripateia das Religiões – Dia 18 de Outubro, das 7 às 13h. Visita coordenada pelo prof. Artur Tavares a centros religiosos da Região Metropolitana.

Textos Sagrados, Teologias e Literaturas – Dia 23 de Outubro, 11h (Auditório UNICAP). Mesa redonda no FestLatino.

Avaliação do Observatório – Dia 6 de Dezembro, 10h. Praça do Carmo em Olinda.

 

4. Congressos

Nossa equipe também atua em rede com outros Grupos e Observatórios da diversidade cultural e do diálogo entre religiões, sobretudo por ocasião de Congressos acadêmicos da área:

Até 6 de Setembro – inscrição de comunicações para o Seminário de Professores para o Ensino Religioso

Até 31 de Outubro – inscrição de comunicações para o Congresso Lusófono de Ciência das Religiões

Até 1 de Novembro – inscrição de comunicações para o WORLD CONGRESS ON LOGIC AND RELIGION

..

grupo
visita à exposição “pretextos”

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.