INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL EM QUESTÃO

 

O Grupo de Estudo sobre Transdisciplinaridade e Diálogo, coordenado pelo prof. Gilbraz Aragão na UNICAP, está em plena atividade – e desde 2005. Ele reúne-se nas quartas-feiras, às 17h, no Laboratório do Mestrado em Ciências da Religião (7º andar do bloco G4) e é aberto à participação de estudantes da pós e também de graduandos interessados em iniciação científica.

O Grupo está ligado à Linha Diálogos Inter-religiosos do Grupo de Pesquisa Religiões, Identidades e Diálogos, que desenvolve estudos sobre fatos relacionados com o diálogo entre as religiões, analisando-os sob um enfoque transdisciplinar e plurimetodológico, não-confessional e acadêmico. Especial destaque é dado ao estudo dos processos de educação (inter ou trans)religiosa na cultura pluralista brasileira, envolvendo o ensino religioso.

Neste primeiro semestre de 2014 o Grupo está estudando o livro Inteligência Espiritual, de Francesc Torralbaautor é doutor em Filosofia pela Universidade de Barcelona e doutor em Teologia pela Faculdade de Teologia da Catalunha. Atualmente é diretor da Cátedra Ethos da Universidade Ramon Llull. É autor de mais de cinquenta obras e recebeu distintos prêmios. No Brasil, a Vozes também já lançou, em 2009, o seu Antropologia do cuidar.

Segundo ele, todos temos uma inteligência espiritual, mas aqueles que a desenvolvem tem maior capacidade de lidar com as contradições da vida e do trabalho, maior compreensão da própria finitude e da dinâmica da existência, com seus altos e baixos. Uma pessoa Inteligente espiritualmente não é arrogante na vitória ou sucesso e não se abate nas derrotas ou frustrações, entende isto como parte do processo da vida.

A inteligência espiritual coloca em jogo o desenvolvimento não apenas da pessoa, mas das culturas e dos povos. Para além das religiões, todo ser humano tem um sentido e certas necessidades íntimas de ordem espiritual, tais como a felicidade, o bem estar integral e o gozo da beleza e da cultura. Em contextos de anemia espiritual, como o que se encontra em nosso tempo, o desenvolvimento da inteligência espiritual abre horizontes novos e insuspeitados no coração da rotina diária, da imediatez e do interesse a curto prazo.

Quem quiser, então, participar do estudo dessa obra e colaborar nas pesquisas do Grupo sobre Transdisciplinaridade e Diálogo, sinta-se convidado. As reuniões de quarta-feira são divididas entre o estudo do livro e a partilha das pesquisas dos participantes. E o bilhete de entrada é apenas o reconhecimento de alguma ignorância…

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.