Mestrado Profissional em Indústrias Criativas

Seleção 2020:

Edital 2020 – Mestrado Profissional em Indústrias Criativas

Programa

Apresentação

O Mestrado Profissional em Indústrias Criativas sintetiza a interação de diferentes ramos do conhecimento voltados à produção e à difusão de bens cujo maior valor é a criatividade. Seu principal objetivo é contribuir para a resolução de problemas em ambientes de convergência midiática.

O curso une em torno dos chamados setores criativos elementos de Jornalismo, Jogos Digitais, Fotografia, Relações Públicas, Economia, Arquitetura, Direito, Publicidade e Propaganda. Nesse sentido, os egressos do Mestrado Profissional em Indústrias Criativas estarão aptos a desenvolver suas habilidades com excelência em contextos de mercados cada vez mais híbridos, não somente em relação a linguagens e narrativas, mas também em termos de modelos de negócios.

Trata-se, portanto, uma excelente oportunidade para que profissionais já inseridos nesse contexto aprimorem e sofistiquem seus procedimentos. Ao mesmo tempo, o curso oferece a possibilidade de uma inserção qualificada àqueles que pretendem empreender no setor das Indústrias Criativas.

O Mestrado será integralizado no prazo máximo de 24 meses (equivalente a quatro semestres), prorrogável em situações excepcionais por, no máximo, seis meses. Será disponibilizado um total de 25 vagas por processo seletivo.

É imprescindível o atendimento de duas etapas à obtenção de título de Mestre: (i) cumprimento mínimo de 30 créditos (disciplinas, seminários, congressos, publicação) e produção do trabalho de conclusão de curso (produto experimental final).

Objetivo geral

O Mestrado tem como objetivo principal qualificar profissionais com base no estudo interdisciplinar de técnicas, processos e métodos para atender demandas reais do setor produtivo das indústrias criativas. Assim, o egresso estará apto a refletir sobre seu campo de atuação, visualizar novas oportunidades de negócios e encontrar soluções para problemas objetivos de mercado.
 

Objetivos específicos

  1. qualificar profissionais e empresários ligados a atividades criativas (autônomos, vinculados a entidades públicas, privadas ou do terceiro setor) e produtores de conteúdo multiplataforma sob a égide da inovação, do empreendedorismo e da criatividade, a fim de fomentar o desenvolvimento regional e nacional;
 
  1. tornar os egressos aptos a desenvolver suas habilidades com excelência em contextos de mercados cada vez mais híbridos, não somente em relação a linguagens e narrativas, mas também em termos de modelos de negócios;
 
  1. integrar diferentes ramos do conhecimento em torno de aspectos voltados à produção e difusão de bens cujo maior valor é a criatividade a eles agregada;
 
  1. contribuir para a resolução de problemas em ambientes de convergência midiática, não somente por meio da busca de soluções operacionalizáveis e tecnologicamente inteligentes, mas também através da formação de mão-de-obra qualificada.
 

Linhas de Pesquisa

Linha 1 – Tecnologias, linguagens e produtos

 
A presente linha de pesquisa se propõe a analisar como tecnologias, estratégias narrativas e processos de elaboração e circulação de produtos se relacionam no ambiente das indústrias criativas. Essa relação será investigada a partir de tecnologias e produtos frutos da interdisciplinaridade entre diferentes campos de atividade e de conhecimento, como comunicação, games, publicidade, design, fotografia, moda, música, audiovisual e computação, entre outros. Os projetos desenvolvidos nesta linha objetivam analisar padrões estético-narrativos vigentes, identificar tendências e, ao mesmo tempo, propor ações inovadoras para solucionar problemas identificados no mercado.
 

Linha 2 – Gestão, Mercado e Sociedade

 
Os estudos inseridos nesta linha de pesquisa investigam a relação entre gestão da tecnologia, estruturas de mercado e sociedade no contexto de novos modelos de negócio da indústria criativa. São seus objetos de estudo questões relacionadas a processos de interação estratégica entre os principais atores políticos, sociais e econômicos presentes nesse cenário, com ênfase em seus interesses e ações inovadoras e empreendedoras. Os projetos desenvolvidos nesta linha buscam compreender como esses processos estruturam, mantêm ou modificam relações de poder e de consumo na sociedade contemporânea, bem como propor soluções em termos de políticas e gestão de comunicação e cultura.
 

Corpo Administrativo

Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação
Profa. Dra. Valdenice José Raimundo

Coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Indústrias Criativas
Prof. Dr. Juliano Mendonça Domingues da Silva
E-mail.: juliano@unicap.br

Secretaria de Registros e Controle Acadêmico
Nicéas Izabel Alves

Secretaria Administrativa
Sérgio de Araújo Wanderley

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

Rua Almeida Cunha, 245, Bloco G4, Térreo
Boa Vista, Recife – PE, Brasil – CEP: 50.050-480

Horário de Atendimento:
Segunda a sexta-feira 8h30min – 11h / 12h – 16h  / 17h às 21h30min

Contato:

Fone: (081) 2119.4369

e-mail: ppgcriativas@unicap.br

Docentes

Corpo docente

O corpo docente permanente do Mestrado é formado por 11 professores/pesquisadores distribuídos em duas linhas de pesquisa da seguinte forma:
 

Linha 1: Tecnologias, Linguagens e Produtos

ALEXANDRE FIGUEIROA FERREIRA

Docente da UNICAP desde 1992, graduado em Jornalismo (UNICAP, 1984), mestre em Artes (USP, 1990), doutor em Études Cinématographiques et Audiovisuels (Université de Paris III-Sorbonne-Nouvelle, 1999), com pós-doutoramento (Department of Film, Theatre & Television – University of Reading, 2015- 2016). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de crítica cultural transmidiática e produção cinematográfica. Como pesquisador, estuda história e estética do teatro e do audiovisual. É o líder do Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea.
 
 

ALINE MARIA GREGO LINS

Docente da UNICAP desde 1988, graduada em Jornalismo (UNICAP, 1981) e em Pedagogia (UFPE, 1985), mestra em Educação (FGV-RJ, 1993) e doutora em Comunicação e Semiótica (PUC-SP, 2000). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em telejornalismo. Como pesquisadora, tem se dedicado à investigação nos campos da televisão e da história da imprensa. É vice-líder do Grupo de Pesquisa Mídia e Cultura Contemporânea. Atualmente, é a diretora regional da INTERCOM no Nordeste e Pró-Reitora Acadêmica da UNICAP.
 
 

CLÁUDIO ROBERTO DE ARAÚJO BEZERRA

Docente da UNICAP desde 2001, graduado em Jornalismo (UNICAP, 1997), mestre em Comunicação (UFPE, 2001) e doutor em Multimeios (UNICAMP, 2009). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de produção audiovisual, em TV e em produtoras independentes. Como pesquisador, estuda história e estética do teatro e do audiovisual, com ênfase no cinema documentário.
 

 

BRENO JOSÉ ANDRADE DE CARVALHO

Docente da UNICAP desde 2006, graduado em Relações Públicas (UNICAP, 1999), mestrado em Design (UFPE, 2014) e doutorando em Design (UFPE, 2015-2018). Atua nos cursos de Jogos Digitais, Publicidade e Propaganda e Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de Comunicação Visual, Web Design e desenvolvimento de games, com ênfase em processos de criação e edição em multiplataformas. Como pesquisador, atua principalmente nos seguintes temas: identidade visual, marca mutante, marca mutante jogável, interface, doodle, cultura, games, UX e tecnologias 3D.
 
 

DARIO BRITO ROCHA JÚNIOR

Docente da UNICAP desde 2009, graduado em Jornalismo (UNICAP, 2001), mestre em Linguística (UFPE, 2005) e doutorando em Design (UFPE, 2012-2016). Atua nos cursos de Jornalismo, Jogos Digitais e Fotografia da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em crítica cultural e reportagem em jornalismo impresso e online. Como pesquisador, atua principalmente no estudo de linguagens, narrativas digitais, design da informação, produção de moda e indumentária de personagens.
 
 

Linha 2: Gestão, Mercado e Sociedade

CHRISTIANNE SOARES FALCÃO E VASCONCELOS
Docente da UNICAP desde 2014, graduada em Arquitetura e Urbanismo (UFPE, 2000), mestre e doutora em Design (UFPE, 2009 e 2014), este último em convênio com a University Central Florida (UCF). Atua no curso de Arquitetura e Urbanismo da UNICAP e participa do grupo de pesquisa Estudos da Arquitetura da Cidade. Possui experiência nas áreas de Arquitetura, Design e Ergonomia, atuando principalmente em Projeto Arquitetônico; Ergonomia do Ambiente Construído (percepção, avaliação e adequação de espaços e produtos) e Projeto do Produto (usabilidade e experiência do usuário (UX)).
 

CLARICE MARINHO

Docente da UNICAP desde 1996, graduada em Direito (UFPE, 1985), mestra em Master of Laws – LLM pela London School of Economics and Political Science (LSE, 1989), doutora em Ciência da Computação (UFPE, 2014), com período sanduíche em Queen Mary – University of London (Orientador: Chris Reed). Atua no curso de Direito da UNICAP. Como profissional e pesquisadora, atua nas áreas de direito eletrônico, informática jurídica, direito civil, propriedade intelectual e computação em nuvem.
 

JOÃO GUILHERME DE MELO PEIXOTO

Docente da UNICAP desde 2013, graduado em Jornalismo (UFPE, 2009), mestre em Comunicação (UFPE, 2012), doutor em Comunicação (UFPE, 2016), com período sanduíche em Universidad de Navarra (Orientador: Ramón Salaverría). Atua no curso de Fotografia da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação em assessoria de comunicação, com ênfase em gestão estratégica da informação. Como pesquisador, investiga o impacto das mudanças tecnológicas nas esferas de produção, edição e circulação/consumo da fotografia em tempos de convergência digital.
 
 

JOSÉ ALEXANDRE FERREIRA FILHO

Docente da UNICAP desde 1999, graduado em Engenharia Elétrica (UFPE, 1989), mestre em Economia (UFPE, 1993), doutor em Ciência Política (UFPE, 2006) e pós-doutorado pela Columbia University in the City of New York, onde foi Visiting Scholar do Institute of Latin American Studies (Ilas, 2009). Atua nos cursos de Economia e Direito da UNICAP. Como profissional, atual como auditor Fiscal do Tesouro Estadual da Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco. Como pesquisador, dedica-se à investigação nas áreas de Crescimento, Flutuações e Planejamento Econômico.
 

 

JULIANO MENDONÇA DOMINGUES DA SILVA

Docente da UNICAP desde 2010, graduado em Jornalismo (UNICAP, 2004) e em Ciências Sociais (UFPE, 2006), mestre em Ciência Política (UFPE, 2010), doutor em Ciência Política (UFPE, 2015), com pós-doutoramento em andamento (UFBA, 2016-2017). Atua no curso de Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação nas áreas de telejornalismo, radiojornalismo, jornalismo opinativo impresso e produção audiovisual. Como pesquisador, estuda a relação entre mídia e democracia, com ênfase em políticas públicas de comunicação e cultura. É coordenador do Grupo de Pesquisa Políticas e Estratégias de Comunicação da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM).
 
 

LUIZ CARLOS PINTO JÚNIOR

Docente da UNICAP desde 2014, graduado em Jornalismo (UFPE, 1999), mestre em Sociologia (UFPE, 2005), doutor em Sociologia (UFPE, 2010). Atua nos cursos de Publicidade e Propaganda e Jornalismo da UNICAP. Como profissional, possui histórico de atuação repórter e editor em jornais impressos e assessorias de imprensa, além de atuar na área de webjornalismo. Como pesquisador, dedica-se à investigação de fenômenos frutos da intersecção entre cultura, tecnologia e política, com ênfase em web ativismo, tecnologias da informação e tecnologias livres.

Estrutura Curricular

Componentes curriculares

As disciplinas se dividem conforme classificação abaixo:

1) Módulo Obrigatório Comum: constituído por duas disciplinas obrigatórias para todos os alunos do mestrado, oferecidas sequencialmente, uma em cada semestre (45 horas/aula e 3 créditos cada).
1.1. Disciplina obrigatória comum: Criatividade e Processos Criativos (Ementa), oferecida no primeiro semestre;
1.2. Disciplina obrigatória comum: Metodologia de Pesquisa Aplicada (Ementa), oferecida no segundo semestre.
 
2) Módulo Obrigatório Específico: constituído por uma disciplina obrigatória para todos os alunos a depender da respectiva linha de pesquisa (45 horas/aula e 3 créditos cada)
2.1. Linha 1: Narrativas transmidiáticas (Ementa), oferecida no primeiro semestre;
2.2. Linha 2: Poder e consumo na sociedade contemporânea (Ementa), oferecida no primeiro semestre.
 
3) Módulo de Eletivas: constituído por, ao menos, três disciplinas eletivas a serem escolhidas pelo aluno, independente da linha de pesquisa por ele adotada (45 horas/aula e 3 créditos cada).
3.1. Linha 1:
3.1.1. Gamificação (Ementa)
3.1.2. Arte, Cultura e Tecnologia (Ementa)
3.1.3. Gestão Estratégica de Produtos Criativos (Ementa)
3.1.4. Linguagens Audiovisuais (Ementa)
3.1.5. Design da Informação (Ementa)
3.1.6. Mídias Digitais (Ementa)
 
3.2. Linha 2:
3.2.1. Propriedade Intelectual (Ementa)
3.2.2. Gestão e Mercado (Ementa)
3.2.3. Tópicos Avançados em Indústrias Criativas (Ementa)
3.2.4. Políticas Públicas e Cidades Criativas (Ementa)
3.2.5. Empreendedorismo e Inovação (Ementa)
3.2.6. Políticas de Comunicação e de Cultura (Ementa)
 

Laboratórios

Em breve

Disciplinas 2020.2

Horários das Disciplinas (clicar) (atualizado em 22/08/2020)