Mestrado em Engenharia Civil

SELEÇÃO  COMPLEMENTAR 2020:

Edital 2020 COMPLEMENTAR – Mestrado em Engenharia Civil (prazo até 29/07/2020)

Resultados da Seleção 2020.2:

Resultado Final da Seleção

Programa

Apresentação

O Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, em nível de Mestrado, com área de concentração em Engenharia das Construções, corresponde ao resultado do Processo de Evolução do Departamento de Engenharia Civil da UNICAP. O Curso em questão pretende atender profissionais de Engenharia Civil, Arquitetura, bem como de outras áreas que mantenham alguma relação com Engenharia Civil, desde que apresentem projetos de pesquisa relacionados às linhas que o Programa oferece, incentivando o desenvolvimento da pesquisa na Região do Nordeste do Brasil.

O Programa busca:

– atender uma demanda reprimida por cursos de Mestrado em Engenharia Civil nas Regiões Norte e Nordeste, em especial na Área de Engenharia de Construções;

– atender uma demanda regional por desenvolvimento de novas tecnologias provenientes de instituições governamentais, órgãos de desenvolvimento e empresas privadas que exigem dos profissionais espírito crítico mais aguçado, bem como capacidade criativa e inovadora mais aprimorada;

– preparar professores para o Ensino Superior e o exercício da docência nas áreas de Engenharia Civil e Arquitetura.

– aprofundar a formação dos Engenheiros Civis, Arquitetos e Profissionais afins tornando-os aptos à produção do conhecimento científico, tecnológico e à elaboração de novas técnicas e processos.

O Curso de Mestrado em Engenharia Civil na área de concentração Engenharia das Construções, é o primeiro em sua categoria na região Nordeste. Conta com um Corpo Docente permanente de 10 doutores com larga experiência profissional e 02 professores doutores colaboradores.

Processo de Seleção:

A inscrição deverá ser feita pelo site www.unicap.br e a documentação, relacionada abaixo, deverá ser entregue, sob pena de indeferimento da inscrição, na Secretaria da Pós-graduação-PRAc, de segunda à sexta-feira, das 08h30min às 11h00min e das 14h30min às 17h00min, na sala 303, do 3º andar do bloco G4 do campus da UNICAP, à Rua Almeida Cunha, nº 245, Bairro Boa Vista, Recife, Pernambuco:

ficha de inscrição fornecida pela secretaria no ato de entrega dos documentos;
cópia do certificado de conclusão da graduação ou cópia do diploma, devidamente registrado em órgão competente, ou declaração de que está cursando o último período da graduação em 2015.2, Por ocasião da matrícula será exigido o Certificado de conclusão do curso ou o Diploma;
RG autenticado;
certidão de nascimento/casamento ou certidão com averbação de divórcio (autenticada);
título de eleitor com comprovante da última eleição;
carteira de reservista;
cópia do histórico escolar;
duas fotos 3 x 4 ;
requerimento expondo razões da escolha do curso de pós-graduação e da área, e aceitação do resultado do processo seletivo;
projeto de pesquisa (proposta preliminar);
curriculum vitae (modelo Lattes) documentado;
comprovante do pagamento da taxa de inscrição;
duas cartas de recomendação.

Seleção:

A seleção dos candidatos será realizada por uma comissão designada pelo Colegiado e constará de:

I – prova escrita com base na bibliografia sugerida no edital;

II – análise do projeto de pesquisa;

III – avaliação do curriculum vitae (modelo Lattes);

IV – entrevista com os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 7,0 (sete) na prova escrita;

V – exame de proficiência de língua estrangeira (francês ou inglês) através de teste de compreensão de textos escritos.

Ao candidato que não tiver obtido nota igual ou superior a 7,0 (sete) no exame de proficiência de língua estrangeira na seleção será dada uma nova oportunidade até 12 (doze) meses após o período de seleção para realização de nova Prova; caso seja reprovado, o aluno não terá direito a prosseguir no curso. Poderá submeter-se novamente à seleção com aproveitamento dos créditos obtidos.

Sugestões:

a) Elaboração do Requerimento:

· apresentação de motivos para a candidatura ao curso, interesses científicos e profissionais, vinculando-os claramente a alguma das linhas de pesquisa do Programa e o tempo disponível para fazê-lo;

· objetivos posteriores à realização do Curso que, em seu entendimento, que talvez possam ser atingidos através da formação pós-graduada;

· a formalização da inscrição implica na aceitação das normas de seleção e declaração de aceitação dos resultados do processo seletivo.

b) Elaboração da proposta de Projeto:

· identificação de algum tema ou problema de pesquisa ao qual gostaria de se dedicar, acompanhado de uma justificativa;

· breve consideração sobre o estado da arte sobre o tema a ser desenvolvido e o referencial teórico básico em que pretende se apoiar;

· indicação de um método a ser seguido.

c) Bibliografia

CONCRETO. Ensino, Pesquisa e Realizações. Vols. 1 e 2, Geraldo C. Isaia (Editor), São Paulo, IBRACON, 2005.

BAUER, L.A.F. (Coordenador). Materiais de Construção. Livros Técnicos e

Científicos, Rio de Janeiro, 1995.

MEHTA, P. K.; MONTEIRO, P. J. M., Concreto – Estrutura, Propriedades e

Materiais, Editora PINI, São Paulo, 1999.

IPT. Divisão de Edificações. Tecnologia de Edificações. Editora PINI, São Paulo, 1988

Área de Concentração

Engenharia das Construções

Linhas de Pesquisa:

1. Materiais de Construção Civil

Compreende o estudo das propriedades e do comportamento dos materiais de construção, análise do desempenho e as suas interações com o ambiente.

2. Tecnologia das Construções

Compreende o estudo dos processos, dos sistemas construtivos e das interrelações entre as construções e o ambiente.

Docentes

Corpo Docente Permanente

Profa Eliana Cristina Barreto Monteiro, D.Eng. POLI/USP, 2002 Currículo Lattes

Prof. Fernando Artur Nogueira Silva, D.Sc., UFPE/2006 Currículo Lattes

Prof. Joaquim Teodoro Romão de Oliveira, D.Sc. COPPE / UFRJ, 2002 Currículo Lattes

Prof. Romilde Almeida de Oliveira, D.Sc. COPPE / UFRJ, 1997 Currículo Lattes

Prof. Valdemir Alexandre dos Santos, D.Sc. UNICAMP / SP, 1996 Currículo Lattes

Colaboradores

Prof: Paulo Roberto do Lago Helene, D. Eng. USP, 1987 Currículo Lattes

Estrutura Curricular

Estrutura Curricular

Número de vagas: 18

Duração do Curso: 24 meses

Número mínimo de créditos: 24 créditos, sendo 07 créditos em disciplinas obrigatórias, 05 em disciplinas obrigatórias da linha de pesquisa e 12 em disciplinas eletivas.

Grade Curricular

a) Disciplinas Obrigatórias:

Ciência dos Materiais Aplicada a Engenharia Civil (3 créditos)
Estatística Aplicada à Engenharia Civil (3 créditos)
Metodologia da Pesquisa Tecnológica (1 crédito)

b) Disciplinas Obrigatórias das Linhas de Pesquisa:

1.Linha de Pesquisa: Materiais de Construção Civil
Micro-estrutura dos Materiais (3 créditos)
Seminário de Qualificação (2 créditos)
2.Linha de Pesquisa: Tecnologia das Construções
Patologia e Terapia das Estruturas de Concreto (3 créditos)
Seminário de Qualificação (2 créditos)

c) Disciplinas Eletivas:

Alvenaria Estrutural (3 créditos)
Tecnologia do Gesso (3 créditos)
Tecnologia de Polímeros (3 créditos)
Segurança e Higiene do Trabalho (3 créditos)
Tópicos Especiais em Materiais de Construção Civil (3 créditos)
Tópicos Especiais em Tecnologia das Construções (3 créditos)
Aproveitamento de Resíduos na Construção Civil (3 créditos)
Uso e Ocupação do Solo na Engenharia Civil (3 créditos)
Materiais e Componentes de Vedações/Acabamentos dos
Edifícios (3 créditos)
Estrutura Interna e Dosagem dos Concretos de Cimento
Portland (3 créditos)

Ementa das Disciplinas (Clicar no Ano)

2004

2005

– 2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

Dissertações

Dissertações

Adelmo Siqueira Araújo – Estudo do reforço de edifícios em alvenaria resistente por perfis metálicos
Aliomar Ferreira Nunes – O impacto da “lei dos doze bairros” sobre a construção civil na cidade do Recife

Almai do Nascimento dos Santos – Diagnóstico da situação dos resíduos de construção e demolição (RCD) no município de Petrolina
Angela Cristina Alves Guimarães de Souza – Análise comparativa de custos de alternativas tecnológicas para construção de habitações populares
Antônio Augusto Costa de Azevêdo – Avaliação comparativa da influência do revestimento simples e armado no comportamento compressivo de prismas e paredinhas de blocos cerâmicos de vedação

Ariosto Rodrigues Monção Júnior – Otimização das condições experimentais na desidratação da gipsita para obtenção de um gesso reciclável
Benigno José dos Santos Neto – “Análise das falhas mais freqüentes encontradas na construção civil segundo as queixas feitas ao CREA-PE”

Carlos Alberto Cavalcanti Martins – Estimativa da profundidade de carbonatação do concreto com o uso de redes neurais
Carlos Alberto Meira Carneiro da Cunha – Intervenção em monumentos com materiais modernos : estudo de caso: Kahal Zur Israel
Carlos Roberto Batista de Santana – Estudo da resistência de aderência ao cisalhamento em revestimento argamassado
Carlos Wagne Ferreira de Souza Magalhães – Análise comparativa do custo da estrutura de edifícios de concreto armado quando projetados pela NBR-6118:2003 e NBR-6118:1978
Celia Cavalcanti Braga – Manifestações patológicas em conjuntos habitacionais: a degradação da fachadas
Célio Costa Souto Maior – Aplicação da análise de sobrevivência na estimativa da vida útil de componentes construtivos
Clério Bezerra de França – Avaliação de cloretos pelo método de aspersão de solução de nitrato de prata
Diogo Coelho Maia – Análise de acidentes fatais na indústria da construção civil do estado de Pernambuco
Eduardo Alves de Oliveira Gomes – Recuperação estrutural de blocos de fundação afetados pela reação álcali-agregado: a experiência do Recife
Eliane Maria Gorga Lago – Proposta de sistema de gestão em segurança no trabalho para empresas de construção civil
Elilde Medeiros dos Santos – Influência da alvenaria no comportamento estrutural de edifícios altos de concreto armado
Eugênio Henrique Leicht Neto – Sustentabilidade das edificações : do projeto à demolição
Francisco Jesus de Sousa – Compatibilização de projetos em edifícios de múltiplos andares: estudo de caso
Frederico de Vasconcelos Brennand – Discussão sobre a pressão sonora que acomete o trabalhador da indústria da construção civil
Fuad Carlos Zarzar Júnior – Metodologia para estimar a vida útil de elementos construtivos, baseados no método dos fatores
Genilson Correia Pontes – Avaliação do gerenciamento de resíduos de construção e demolição em empresas construtoras do Recife e sua conformidade com a resolução nº 307/CONAMA: estudo de caso
Geovani Almeida da Silva – Recuperação de blocos de coroamento afetados pela reação álcali-agregado
Gilberto José Carneiro da Cunha Júnior – Orçamento de obras : análise na composição do BDI (Bonificação e Despesas Indiretas) e sua influência na exequibilidade dos preços das obras públicas
Gilberto Nery de Araújo Neto – Influência da argamassa de revestimento na resistência à compressão em prismas de alvenaria resistente de blocos de concreto
Jackline de Assis Lopes Santos Oliveira – Avaliação de estruturas de edifícios em concreto armado com vistas à reabilitação
Lavínia de Vasconcelos Xavier Coêlho – Avaliação da alteração de placas de rocha em fachada: estudo de caso
Leonardo Barbosa Cavalcanti – Determinação de condições operacionais adequadas na desidratação do minério de gipsita para obtenção de um gesso beta reciclável
Luiz Priori Junior – Ações para a melhoria da satisfação do trabalhador em canteiros de obras
Marcos Antonio Arruda Guerra de Holanda – Medição individualizada em edifícios residenciais : controle e redução do consumo de água potável
Maria Celia Alves Feitosa – Lodo de esgoto: algumas aplicações em engenharia
Mário Paulo Barros Melo – Caracterização geotécnica e análise do comportamento de aterros sobre solos moles para a construção do novo acesso ao complexo de Suape
Mauro José Araújo Campelo de Mélo – Análise de laudos emitidos sobre “prédios tipo caixão” da região metropolitana de Recife : causas apontadas para os desabamentos e interdições
Mônica Maria Pereira da Silva – Avaliação de perdas de blocos cerâmicos em Pernambuco: da indústria ao canteiro de obras
Paulo Roberto Freire de Paula – Utilização dos resíduos da construção civil na produção de blocos de argamassa sem função estrutural
Ronaldo Bezerra Pontes – Disseminação de íons cloreto na orla marítima do bairro de Boa Viagem, Recife-PE
Rosely de Souza Cavalcanti – Ensaios de ondas ultrassônicas e redes neurais artificiais na avaliação da resistência à compressão do concreto
Sérgio Carvalho de Paiva – Estudo químico do saibro coletado na região metropolitana do Recife para utilização nas argamassas de assentamento e revestimento de alvenaria.
Sérgio Pereira Pinto Lemos – Avaliação do grau do dano das estruturas do subsolo de três edifícios situados na Região Metropolitana do Recife
Wallace Borges de Sá – Estudo da interação solo-muro em concreto convencional, com resíduo de construção e demolição (RCD) e alvenaria de pedra
Wellington Amorim Rêgo – Caracterização física dos saibros da região metropolitana do Recife utilizados em argamassa.

Projetos

Apoiados por órgãos de fomento

1. FINEP/HABITARE/MOREAR

Título: Desenvolvimento de modelos para recuperação de edifícios construídos com alvenaria resistente

Resumo:

A partir da década de setenta, com a criação do Banco Nacional de Habitação BNH, houve um grande impulso na construção de habitações populares em larga escala. Passaram a ser produzidos edifícios de até quatro pavimentos empregando blocos caracterizados como de vedaçãp, utilizando-os no entanto com finalidade estrutural. Estas construções foram executadas de forma empírica, sem obediência às normas técnicas específicas, sem fundamentação técnico-científica que possibilitassem o estabelecimento de padrões de confiabilidade estrutural aceitáveis, o que acarretou o aparecimento de uma série de patologias. Até o momento foram registrados 10 casos de desabamentos, ocasionando 15 vítimas fatais e muitos feridos. Dentre os casos mais recentes, detacam-se os edifícios Aquarela e Ijuí em Jaboatão dos Guararapes e os edifícios Éricka e Enseada de Serrambi em Olinda, cujas causas poderiam ser atualmente previsíveis. Nestes casos foram identificados o fenômeno de EPU (Expansão por Umidade), degradando os blocos cerâmicos de fundação e de Etringita, degradando os blocos de concreto de fundação (OLIVEIRA, 2000a). Permeando todas estas questões foram observadas falhas de projeto e de construção, próprias deste tipo de sistema construtivo, que inerentemente fere os princípios normativos e da literatura técnica universal.

Como decorrência destes procedimentos tem-se na Região Metropolitana do Recife cerca de 6.000 prédios do tipo caixão (PIRES SOBRINHO, 2004), todos eles com faixas de risco variadas que irão requerer algum tipo de intervenção (OLIVEIRA, 2001). Tais construções abrigam cerca de 250.000 pessoas, ou seja, aproximadamente 10% da população do Grande Recife. Dentro deste universo ocorreram dez acidentes com desabamentos, o que dá uma faixa de risco da ordem de 1:500, quando um valor aceitável socialmente fica situado em 1:10000.

Objetivos:

1 – Caracterizar fatores que afetam a segurança estrutural das edificações em alvenaria portante encontrados na Região Metropolitana do Recife;

2 – Desenvolver e analisar modelos teórico-computacionais

3 – Desenvolver metodologias para avaliação experimental que possibilitem avaliar modelos de recuperação propostos;

4 – Servir como elemento indutor na formação de profissionais ao nível de pós-graduação nas Universidades e Institutos da Região

5 – Consolidar um centro de estudos em alvenaria no Nordeste;

6 – Realizar o primeiro Simpósio de recuperação de edificações em alvenaria no País;

7 – Desenvolver projetos e processos de recuperação básicos, com suporte na metodologia desenvolvida, para análise de situações típicas;

8 – Elaboração de um manual para recuperação de estruturas de alvenaria portante.

Rede:  Universidade Católica de Pernambuco
Associação Instituto de Tecnologia de Pernambuco
Universidade de Pernambuco
Secretaria de Ciências e Tecnologia – Governo do Estado de
Pernambuco
Universidade Federal de Santa Catarina

Proponente:  Associação Instituto de Tecnologia de Pernambuco

Executora:  Universidade Católica de Pernambuco

Co-executoras:  Universidade de Pernambuco

Universidade Federal de Santa Catarina

Interveniente:  Secretaria de Ciências e Tecnologia – Governo do Estado de Pernambuco

Coordenação executiva:  Prof. Romilde Almeida de Oliveira – UNICAP

Participantes: Prof. Romilde Almeida de Oliveira
Prof. Joaquim Teodoro Romão de Oliveira
Prof. Fernando Artur Nogueira Silva

Bolsistas:         Alexandre Filho – Bolsista ITI
Marcelo de Andrade Pitanga – Bolsista DTI
Samá Tavares – Bolsista DTI
Welligton Amorim Rego – Bolsista DTI
Rebecca Rolim Milet – Bolsista DTI

Valor: R$ 284.000,00

2. CNPq UNIVERSAL / FUNDARES

Título: Estudo da Deterioração dos Elementos de Fundações de  difícios construídos em  Alvenaria Resistente na Região Metropolitana do Recife

Objetivos:

Objetivo Geral:

Identificar os agentes que interagem com o embasamento causando a degradação dos elementos de fundação: blocos cerâmicos, blocos de concreto e argamassa de rejuntamento.

Objetivos Específicos:

estudar os esforços horizontais dos empuxos das terras e de água / esgoto nos caixões perdidos nas fundações dos prédios;
caracterizar os contaminantes, os materiais constituintes dos embasamentos e os solos presentes no entorno das edificações antes e após a contaminação;
avaliar o efeito dos contaminantes nos solos e nos elementos de fundação por águas salgadas, esgoto doméstico, águas servidas provenientes de fossas e sumidouros;
identificar os microorganismos capazes de gerar ações deletérias sobre os elementos de fundação;
avaliar o comportamento geomecânico dos solos antes e após a contaminação;
analisar a influência da contaminação sobre os blocos cerâmicos do embasamento;
simular o ciclo de subida / descida do nível d’água e ciclos sucessivos de contaminação no solo e nos blocos cerâmicos;
apresentar um referencial teórico-prático sobre os efeitos dos contaminantes nos blocos cerâmicos;
investigar o efeito do revestimento do bloco cerâmico do embasamento na prevenção do processo de contaminação;
realizar análise numérica dos elementos de fundação em termos do comportamento tensão-deformação-resistência.

Objetivo Geral:

Identificar os agentes que interagem com o embasamento causando a degradação dos elementos de fundação: blocos cerâmicos, blocos de concreto e argamassa de rejuntamento.

Objetivos Específicos:

estudar os esforços horizontais dos empuxos das terras e de água / esgoto nos caixões perdidos nas fundações dos prédios;
caracterizar os contaminantes, os materiais constituintes dos embasamentos e os solos presentes no entorno das edificações antes e após a contaminação;
avaliar o efeito dos contaminantes nos solos e nos elementos de fundação por águas salgadas, esgoto doméstico, águas servidas provenientes de fossas e sumidouros;
identificar os microorganismos capazes de gerar ações deletérias sobre os elementos de fundação;
avaliar o comportamento geomecânico dos solos antes e após a contaminação;
analisar a influência da contaminação sobre os blocos cerâmicos do embasamento;
simular o ciclo de subida / descida do nível d’água e ciclos sucessivos de contaminação no solo e nos blocos cerâmicos;
apresentar um referencial teórico-prático sobre os efeitos dos contaminantes nos blocos cerâmicos;
investigar o efeito do revestimento do bloco cerâmico do embasamento na prevenção do processo de contaminação;
realizar análise numérica dos elementos de fundação em termos do comportamento tensão-deformação-resistência.

Equipe

Nome                                                                                      Função

1.  Romilde Almeida de Oliveira                                Coordenador

2.  Fuad Carlos Zarzar Júnior                                       Pesquisador

3.  Geovani Almeida da Silva                                        Pesquisador

4.  Fernando Artur Nogueira Silva                             Pesquisador

5.  Joaquim Teodoro Romão de Oliveira                 Pesquisador

6.  Washington Silva Esposito                                      Apoio Técnico

7.  Gustavo Boudoux de Melo                                      Apoio Técnico

8.  André Miranda dos Santos                                    Apoio Técnico

Coordenação: Prof. Romilde Almeida de Oliveira

3. Uso do Lodo de Esgoto em Plantas Condimentares e Medicinais na Zona da Mata do Estado de Pernambuco, Brasil.

Participantes: Federación Internacional de Universidades Católicas – FIUC
Centro Coordinador de las Investigaciones -CCI,
Universidad Católica de Oriente, Colombia
Pontificia Universidad Javerina – Bogotá, Colombia
Universidade Católica de Pelota – Brasil
Universidade Católica de Pernambuco – Brasil

Resumo do Projeto:

Analisar o uso de lodo de esgoto ao solo com a finalidade de promover ao produtor da Zona da Mata do Estado de Pernambuco alternativas de plantas condimentares e Medicinais adubadas com lodo de esgoto, contribuindo para o  desenvolvimento sustentável e elevação da renda familiar, atendendo ao desenvolvimento científico e tecnológico, como também aos aspectos econômicos, sociais e de preservação ao ambiente. O planejamento de experimentos e as superfícies de resposta constituem-se em ferramentas importantíssimas, quando devidamente utilizadas no campo de tratamento de resíduos. Através desta técnica será possível avaliar a influência das variáveis individuais e/ou combinadas sobre a variável de resposta e, com isso, construir modelos estatísticos que represente apropriadamente as características dos solos estudados, descartando as variáveis de menor significância nos processos de avaliação de parâmetros de valor agronômico dos lodos. As superfícies traçadas a partir do modelo, demonstrarão como variam as características dos solos em função de importantes parâmetros físicos, químicos ou biológicos. A condutividade hidráulica será avaliada utilizando-se o permeâmetro Tri-flex II em amostras do solo-lodo, em três tipos de solos com granulometrias diferentes, misturados com lodo de esgoto em diferentes concentrações e porosidades.  A análise físico-química do solo-lodo e do líquido percolante (lixiviado) será realizada antes e após a percolação e a análise microestrutural do solo-lodo será realizada utilizando-se o microscópio eletrônico de varredura (MEV).

Equipe Executora da UNICAP

Arminda Saconi Messias  (Coordenadora),  Alexandra Amorim Salgueiro, Carlos Alberto Alves da Silva, Eliane Cardoso de Vasconcelos, Galba Maria de Campos Takaki, Joaquim Teodoro Romão de Oliveira, Kaoru Okada, Leonie Asfora Sarubbo e Valdemir Alexandre dos Santos

Objetivo Geral

Analisar o comportamento do solo através de parâmetros físicos, químicos, biológicos e microestrutural que visa obter alternativas de utilização de plantas condimentares e medicinais adubadas com lodo de esgoto para proporcionar ao pequeno produtor da Zona da Mata do Estado de Pernambuco condições de aplicabilidade, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e elevação da renda familiar, atendendo ao desenvolvimento científico e tecnológico, como também, aos aspectos econômicos, sociais e de preservação do ambiente.

Objetivos Específicos

Planejar e otimizar os experimentos de caracterização das amostras de solos.
Caracterizar fisico-química e mineralogicamente as amostras de solo e lodo de esgoto.
Caracterizar biologicamente as amostras de solos.
Avaliar a qualidade biológica do lodo de esgoto produzido na região.
Avaliar o potencial do lodo de esgoto como matéria-prima de atividades agrícolas.
Identificar a dose adequada de lodo de esgoto, que proporcione maior produtividade das plantas selecionadas.
Avaliar o impacto da utilização do lodo de esgoto sobre a microbiota de solos agricultáveis.
Indicar alternativas para a redução da carga poluidora por metais pesados no lodo de esgoto, utilizando-se, também, a via microbiológica.
Apresentar um referencial teórico/prático sobre a utilização do lodo de esgoto na agricultura
Gerar informações e resultados que propiciem a elaboração de um banco de dados aplicável ao tratamento e disposição do lodo de esgoto.
Estimular a diversificação agrícola para a melhoria de qualidade de vida, priorizando a preservação ambiental.
Órgão Financiador:  Federación Internacional de Universidades Católicas – FIUC

4. PROCAD/CAPES  UNICAP/USP

Título: Patologia das Fundações de Edifícios de Alvenaria Resistente na Região Metropolitana do Recife

Objetivo Geral:

Identificar os agentes que interagem com o embasamento causando a degradação dos elementos de fundação: blocos cerâmicos, blocos de concreto e argamassa de rejuntamento.

Objetivos específicos:

Estudar os esforços horizontais dos empuxos das terras e de água / esgoto nos caixões perdidos nas fundações dos prédios;
Caracterizar os contaminantes, os materiais constituintes dos embasamentos e os solos presentes no entorno das edificações antes e após a contaminação;
Avaliar o efeito dos contaminantes nos solos e nos elementos de fundação por águas salgadas, esgoto doméstico, águas servidas provenientes de fossas e sumidouros;
Identificar os microorganismos capazes de gerar ações deletérias sobre os elementos de fundação;
Avaliar o comportamento geomecânico dos solos antes e após a contaminação;
Analisar a influência da contaminação sobre os blocos cerâmicos do embasamento;
Simular o ciclo de subida / descida do nível d’água e ciclos sucessivos de contaminação no solo e nos blocos cerâmicos;
Apresentar um referencial teórico-prático sobre os efeitos dos contaminantes nos blocos cerâmicos;
Investigar o efeito do revestimento do bloco cerâmico do embasamento na prevenção do processo de contaminação;
Realizar análise numérica dos elementos de fundação em termos do comportamento tensão-deformação-resistência.

Equipe Executora:

UNICAP: Joaquim Teodoro Romão de Oliveira (Coordenador UNICAP), Romilde Almeida de Oliveira, Fernando Artur Nogueira Silva.

USP: Marcos Massao Futai (Coordenador USP), Vanderley Moacyr John, Maria Alba Cincotto, Ruy Marcelo de Oliveira Pauletti, Túlio Nogueira Bittencourt, Faiçal Massad, Paulo de Mattos Pimenta, Waldemar Coelho Hachich, Fernando Antonio Medeiros Marinho

Órgão Financiador: CAPES

5. IMPLANTAÇÃO E MELHORIA DA INFRAESTRUTURA DE PESQUISA EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA UNICAP

Resumo do Projeto:
O projeto objetiva a atualização e adequação de espaços físicos para o desenvolvimento de pesquisas experimentais e numéricas no âmbito dos dois programas de pós-graduação na área da Ciência e Tecnologia da Universidade – Mestrado em Engenharia Civil e Mestrado em Desenvolvimento de Processos Ambientais. Estão previstas a execução de reformas físicas e aquisição de equipamentos que contribuirão de maneira importante para qualificar as pesquisas a serem implantadas e aquelas que já se encontram em desenvolvimento. Os investimentos de capital e as aquisições de equipamentos previstos nos projetos se acham diretamente relacionados às linhas de investigação dos dois programas de Pós-Graduação referidos, que desenvolvem pesquisas prioritariamente na temática dos elementos construtivos e do monitoramento ambiental, e se constitui numa estratégia de longo prazo da instituição manter sempre atualizado a sua estrutura de investigação científica. Com o aprimoramento da estrutura de pesquisa já existente, a Universidade poderá atuar de maneira mais ostensiva e mais qualificada na solução de importantes problemas de engenharia civil e ambiental que hoje estão presentes não só no estado de Pernambuco, mas também na Região Nordeste como um todo assumindo, desta forma, um papel disseminador de conhecimentos técnico-científicos de elevado nível na região.

Financiador: FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS – FINEP

Valor Financiado: R$ 753.906,00

Principais itens do Projeto para o Mestrado em Engenharia Civil:

a) Reforma de ambiente destinado a Professores e Alunos do Mestrado em Engenharia
Civil;
b) Aquisição de Reômetro;
c) Aquisição de Aparelho de Ultrassom para aplicação em concreto (USN-60);
d) Aquisição de máquina universal de ensaios;
e) Aquisição de pacômetro e aparelho para medição do potencial de corrosão;
f) Aquisição do Software DIANA para simulações numéricas com o Método dos
Elementos Finitos;
g) Instalação de Rede Wireless no Centro de Ciências e Tecnologia.

Participantes do Mestrado em Engenharia Civil

Prof. Dr. Fernando Artur Nogueira
Prof. Dr. Joaquim Teodoro Romão
Prof. Dr. Romilde Almeida de Oliveira

Vigência: 02 anos (inicio em 2011)

Contatos

Corpo Administrativo

Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação
Profa. Dra. Valdenice José Raimundo

Coordenador do Programa de Mestrado em Engenharia Civil
Prof. Dr. Joaquim Teodoro Romão

Secretaria de Registros e Controle Acadêmico
Nicéas Izabel Alves

Secretaria Administrativa
Sérgio de Araújo Wanderley

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação

Rua Almeida Cunha, 245, Bloco G4, Térreo

CEP: 50.050-480, Boa Vista, Recife – PE, Brasil.

Horário de Atendimento:

Segunda à sexta-feira 8h30min – 11h  / 13h30min – 17h  /  18h – 20h30min

Contatos:

Fone: (81) 2119.4369

e-mail: ppgeng@unicap.br

Disciplinas 2020.2

Horário 2020.2 (clicar) (atualizado em 17/08/2020)

Modelo da Carta de Recomendação

Carta de Recomendação