Momento de capitalização permite diálogo de estudantes de Engenharia da Complexidade com colegas do Icam pelo mundo

Momento de capitalização permite diálogo de estudantes de Engenharia da Complexidade com colegas do Icam pelo mundo

O momento de capitalização é um das ferramentas de aprendizagem do novo curso de graduação em Engenharia da Complexidade, da Unicap-Icam International School. É nesse momento que os alunos no Recife compartilham experiências sobre as atividades em andamento por meio da Aprendizagem Baseada em Problemas (PBLs). Porém, neste período de quarentena, no momento em que o curso continua, mas por meio de ferramentas virtuais, a capitalização começa a se transformar em elemento agregador e motivacional de alunos e professores. Além da Unicap, o Institut Catholique d’Arts et Métiers (Icam), da França, possui escolas de engenharia na África e na Índia, e um dos maiores pilares da instituição, é que a internacionalização, continua forte mesmo reforçando os cuidados na prevenção a covid-19.

“A capitalização é um momento de compartilhamento no qual os estudantes têm a oportunidade de trocar experiências com alunos de outros países que realizaram o mesmo trabalho que eles fizeram e esta é uma atividade que ocorre ao menos duas vezes por mês”, destaca o professor Fernando Artur Nogueira, coordenador do curso. “Essas sessões de compartilhamento são especialmente importantes nesses tempos de pandemia porque se constituem em verdadeiras janelas para o mundo. Nelas, os alunos podem partilhar, além das experiências práticas do curso, suas percepções e vivências sobre o isolamento social que a pandemia nos impôs. É um momento importante que mantém os alunos engajados ao curso”, completou.

O coordenador ainda destacou que, da parte dos professores do curso, tem sido muito estimulante perceber como os outros colegas estão lidando com as demandas urgentes de adaptação das práticas pedagógicas, especialmente as que envolvem trabalhos práticos. “Temos uma equipe de professores muito ágil e criativa que tem permitido a manutenção da programação do curso até agora. Vamos entrar na oitava semana do curso e o ritmo de atividades continua intenso, o que tem sido bom para todos os envolvidos”. Desde que as aulas foram suspensas no espaço físico da universidade como medida de combate à propagação do novo coronavírus, o curso de Engenharia da Complexidade da Unicap-Icam já realizou sessões de capitalização com as cidades de Lille, Paris, na França, Duala, nos Camarões, e Kinshasa, na República Democrática do Congo.

Já em relação aos alunos, o professor conta que um dos pontos trabalhados durante as aulas presenciais do curso, na Unicap-Icam, teve que ser revigorado em tempos de quarentena. “A maior dificuldade que tenho observado nos alunos nestes tempos de quarentena é na gestão de sua autonomia. Eles já vinham sendo preparados para gerir seu tempo livre quando o curso funcionava todo presencialmente, mas a mudança brusca imposta pelo isolamento social trouxe algumas dificuldades”, disse. O professor Fernando destaca que algumas estratégias estão sendo usadas para criar um cotidiano em casa, com hora marcada. Ele cita, por exemplo, a adoção da agenda virtual do Google.

“Esta agenda é compartilhada com os alunos na sexta-feira de cada semana com as atividades que serão realizadas na semana seguinte. Cada aluno recebe um e-mail com a data das atividades e 10 minutos antes de iniciá-la o aluno recebe um aviso por email. Isso tem ajudado na gestão da autonomia dos alunos”, relata. “Outra iniciativa que tomamos foi alongar o horário das reuniões semanais de acompanhamento que fazemos com os alunos. É uma oportunidade de escutar os problemas e sugestões dos alunos e pensarmos soluções coletivas para as questões”.

Aprovação – O estudante do curso de Engenharia da Complexidade Augusto Vinícius aprova as medidas tomadas para evitar a propagação do vírus e reforça a fala do professor Fernando, citando que, mesmo em casa, continua sua rotina de estudos. “Estamos tendo aula todo dia de acordo com a programação do curso. As aulas são realizadas pelo Google Meet e em horário normal de aula, por isso, mesmo em quarentena, nós não ficamos parados em relação aos estudos”

Sobre a capitalização, Augusto acredita que os estudantes das outras unidades do Icam também estão lidando bem com a situação. “Após o início da quarentena já tivemos duas capitalizações e, em ambas, os alunos estavam em suas casas, seguindo a quarentena em seu país e, mesmo assim, a troca de conteúdo foi muito produtiva, visto que a Unicap disponibiliza sistemas que nos permitem apresentar os resultados do PBL mesmo distantes uns dos outros”.