Pesquisa

Área de Concentração

O PPGCL possui uma Área de Concentração, Teoria e Análise da Organização Linguística.
Essa área compreende estudos relacionados à investigação linguístico-discursiva que articulam contribuições das distintas áreas de estudo das Ciências da Linguagem por meio de ações interdisciplinares que permeiam o desenvolvimento dos aspectos relacionados à organização linguística em suas diversas manifestações.

As linhas de pesquisa desta área englobam desenvolvimento de estudos relacionados aos diversos aspectos e elementos envolvidos no processo de aquisição, singularidades, desvios e distúrbios da linguagem e os estudos da organização do texto, implementação de pesquisas e tecnologias em Ciências da Linguagem na construção do conhecimento e organização sociocultural, na representação social a partir dos discursos escolares e inclusivos.

Linhas de Pesquisa

Linha 1: Aquisição, Desenvolvimento e Distúrbios da Linguagem em suas diversas manifestações
Essa linha objetiva congregar estudos dos diferentes aspectos e elementos envolvidos no processo de aquisição da linguagem; singularidades; desvios e distúrbios da linguagem. Nessa linha de pesquisa, os estudos desenvolvidos estão voltados para a questão da aquisição e dos distúrbios da linguagem, merecendo destaque a afasia, a gagueira, o autismo, surdez, surdocegueira, cegueira e a linguagem de sujeitos idosos. As atividades estão articuladas diretamente aos grupos de estudo, convivência e terapia nessas áreas.

Linha 2: Processos de Organização Linguística e identidade social
Essa linha objetiva congregar estudos das organizações do texto discursivo com base nas contribuições da Análise da Conversação, da Linguística Textual e da Análise do Discurso; implementação de pesquisas e tecnologias em Ciências da Linguagem; papel da linguagem na construção do conhecimento e organização sociocultural, representação social nos discursos escolares e inclusivos. Nessa linha de pesquisa, os estudos desenvolvidos mantêm uma intensa atividade relacionada às análises do ensino, do texto e do discurso sob diferentes abordagens teóricas e práticas. Procura-se analisar a linguagem em vários contextos sociais, em especial: o escolar, o da saúde e o político. Tem como premissa incentivar e desenvolver pesquisas em áreas interdisciplinares que se propõem estudar o desenvolvimento da linguagem em seus processos cognitivos, bem como aprofundar os estudos sobre linguagem, ensino, texto e tecnologia digital.

Pesquisadores por Linhas

  • Linha de Pesquisa 1

> Antonio Henrique Coutelo de Moraes | E-mail: antonio.moraes@unicap.br Lattes
> Glória Maria Monteiro de Carvalho | E-mail: gmmc@unicap.br | Lattes [+]
> Isabela Barbosa do Rêgo Barros | E-mail: ibelabarros@unicap.br | Lattes [+]
> Maria de Fátima Villar de Melo | E-mail: vilardemelo@unicap.br | Lattes [+]
> Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo | E-mail: nadia@unicap.com | Lattes [+]
> Renata Fonseca Lima da Fonte | E-mail: renatadafonte@unicap.com | Lattes [+]
>Rossana Regina Guimarães Henz|E-mail: |rossana.henz@unicap.br Lattes
> Wanilda Maria Alves Cavalcanti | E-mail: wanilda@unicap.br | Lattes [+]

  • Linha de Pesquisa 2

> André Luís de Araújo | E-mail: andre.araujo@unicap.br  | Lattes
> Benedito Gomes Bezerra |E-mail: beneditobezerra@unicap.br | Lattes [+]
> Dóris de Arruda Carneiro da Cunha | E-mail: doris@unicap.brLattes [+]
> Francisco Madeiro Bernardino Junior | E-mail: madeiro@dei.unicap.br | Lattes [+]
> Karl Heinz Efken | E-mail: khefken@unicap.br | Lattes [+]
> Moab Duarte Acioli | E-mail: mbacioli@unicap.br | Lattes [+]
> Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo | E-mail: nadia@unicap.com | Lattes [+]
> Roberta Varginha Ramos Caiado | E-mail: caiado@unicap.br | Lattes [+]
> Robson Teles Gomes | E-mail: robson.teles@unicap.br | Lattes
> Wanilda Maria Alves Cavalcanti | E-mail: wanilda@unicap.br | Lattes [+]

1 Linguagem, Distúrbio e Multidisciplinaridade

Relaciona-se intimamente à linha de pesquisa 1

Líder

Maria de Fátima Vilar de Melo e Glória Maria Monteiro de Carvalho

Criação

12/04/13

Docentes vinculados ao grupo

Antonio Henrique Coutelo de Moraes, Glória Maria Monteiro de Carvalho, Isabela Barbosa do Rego Barros, Lourdes Maria de Andrade Pereira (PUC-SP), Lúcia Maria Guimarães Arantes (PUC-SP), Maria de Fátima Vilar de Melo, Maria Francisca de Andrade Ferreira Lier-DeVitto (PUC-SP), Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo, Renata Fonseca Lima da Fonte, Wanilda Maria Alves Cavalcanti.

Discentes vinculados

Ádelly Kalyne da Silva Oliveira, Adriana Martins Ianino, Albertina Maria de Melo Tenório, Alice Claudina dos Santos, Ana Beatriz de Macêdo Cruz, Ana Luiza Brito Moreira, Andressa Maria Santos de Souza, Andreza Shirlene Figueiredo de Souza, Aurinete Maria dos Santos Souza, Austriclinio Bezerra de Andrade Neto, Cicília Gabriela Correia Tavares, Claudemir dos Santos Silva,Cristina Albert Mesquita, Fábio Albert Mesquita, Fabione Gomes da Silva, Fernanda Carolina Paiva dos Santos, Fernanda de Farias Martins, Fernando Ramos Gonçalves, Gesilda Marques da Silva Ramos, Gilvania Manoel de Arruda, Hielly Sales Dias, Hilda Maria Jucá Rodrigues, Ina Mirely Oliveira da Rocha, Késia Vanessa Nascimento da Silva, Laiane de Souza Menezes, Lucas de Azevedo Silva, Márcia Mesquita Monte, Maria Eduarda Araujo de Moraes, Maria José Pereira Gomes, Mercia Duarte de Lira, Michele Elias de Carvalho, Monick Sales de Souza Costa, Monika Lira Malhoit, Nívia Maria de Oliveira Nogueira, Paula Roberta Paschoal Boulitreau, Renata Monteiro Mendes Campos, René Ribeiro Hutzler, Robson Anselmo Tavares de Melo, Rosely de Sousa Lima, Rute Brito do Espirito Santo, Simone Frye Peixoto, Síndea Botelho Mascarenhas Leite, Wagner Ramos de Souza, Wedja Nívea da Silva Cavalcanti, William Berg Lima da Silva, Yanne Maria Araújo Nocrato.

2 Gênero, Texto e Ensino - GETE

Intimamente relacionado à linha de pesquisa 2

Líderes

Benedito Gomes Bezerra e Roberta Varginha Ramos Caiado

Criação

06/12/18 

Docentes vinculados ao grupo

Angela Paiva Dionisio (UFPE), Antonio Henrique Coutelo de Moraes, Bárbara Olímpia Ramos de Melo (UESPI), Benedito Gomes Bezerra, Francisco Madeiro Bernardino Junior, Roberta Varginha Ramos Caiado, Robson Teles Gomes, Rossana Regina Guimarães Ramos Henz, Wanilda Maria Alves Cavalcanti.

Discentes vinculados

Alice Claudina dos Santos, Ana Letícia dos Santos, Darlene Ribeiro da Silva Andrade, Enio Luiz Costa Tavares, Fábia Georgia Dos Santos de Melo, Girlayne Mirelle de Lima Batista, Idjane Macêdo, Iraci Nobre da Silva, Jean Marcelo Barbosa de Oliveira, John Hélio Porangaba de Oliveira, José Batista de Barros, Jose Jaime Martins dos Santos, Jose Sales de França Vidal, Josiane Almeida da Silva, Júlia Maria Correia da Luz, Kamyla Pradines Guimarães, Karla Epiphania Lins de Gois, Lídya Rafaella da Silva Morais, Marcela Gomes Barbosa, Maria das Dores Soares da Silva, Maria Guadelupe Dourado Rabello, Maria Ladjane dos Santos Pereira, Michele Elias de Carvalho, Milene Bazarim, Sandra Rosa de Magalhães Souza, Severino Carlos da Silva.

3 Núcleo de Estudos Dialógicos e Textuais

Intimamente relacionado à linha de pesquisa 2

Líderes

Dóris de arruda Carneiro da Cunha e Roberta Varginha Ramos Caiado

Criação

10/09/19 

Docentes vinculados ao grupo

André Luís de Araújo, Denise Lima Gomes da Silva, Dóris de Arruda Carneiro da Cunha, Janaina de Holanda Costa Calazans, Roberta Varginha Ramos Caiado, Tatiana Simões e Luna (UFPE).

Discentes vinculados

Alexandre Duarte Gomes, Amanda Raissa Seabra de Albuquerque Santos, Andréa Moreira Gonçalves de Albuquerque, Ângela Alves de Araújo Barbosa, Clarice de Souza Freire, Edivaldo Ferreira de Arruda, Francilene Leite Cavalcante, Josemeire Caetano da Silva, Manoel Klebson de Andrade Oliveira, Marcelo Leonardo Ximenes, Niege da Rocha Guedes, Rodrigo Duguay da Hora Pimenta, Roseli Wanderley de Araújo Serra.

4 Discurso, sujeito e sociedade

Intimamente relacionado à linha de pesquisa 2

Líderes

Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo e Moab Duarte Acioli

Criação

04/06/14 

Docentes vinculados ao grupo

Antonio Henrique Coutelo de Moraes, Arthur de Araújo Filgueiras, Cristiane Renata da Silva Cavalcanti, Dalexon Sérgio da Silva, Érika Maria Asevedo Costa Moura, José Reginaldo Gomes de Santana, Karl Heinz Efken, Maria do Carmo Gomes Pereira Cavalcanti, Martha Solange Perrusi (UNICAP), Moab Duarte Acioli, Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo.

Discentes vinculados

Aleph Cedrim Barbalho, Alexcina Oliveira Cirne, Claudemir dos Santos Silva, Claudete Santana de Assis, Dayvesson Deleon Bezerra da Silva, Emidio Giuseppe Pinheiro Misici, Enedina Soares da Silva, Erika Caroline de Oliveira Cavalcanti, Fanuel Melo Paes Barreto, Fernanda Lucia Regueira Moreira, Fernanda Pinheiro de Souza e Silva, Francisco Santana de Oliveira, Herman Wagner de Freitas Regis, Jennifer Patricia de Araujo, Jorge Francisco da Silva, José Ferreira de Oliveira Sousa, Júlio de Oliveira Lima, Kelly Cristine Martins dos Santos, Luciano Taveira de Azevedo, Maria de Lourdes Alves Arruda, Maria José Cavalcanti de Andrade, Mariana Beatriz Silva Torres Galindo, Marina Jenné de Assis Silva, Odalisca Cavalcanti de Moraes, Pedro Spíndola Bezerra Alves, Raíssa Castro Camilo dos Santos, Richardson Silva, Rozimare Ribeiro Sales, Talita Maria Fonseca Maranhão da Costa, Vera Lucia Santos Alves, Veronica del Pilar Proaño de Fox, Verônica Maria Brayner de Oliveira Lira, Victor Hugo D Albuquerque Lima.

Breve descrição dos projetos de pesquisa e áreas de interesse dos professores do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem.

1 PROJETO PROCAD (Edital nº 071/2013) DIÁLOGOS EM LINGUÍSTICA: DO FORMAL AO DISCURSIVO

É uma proposta que visa ao intercâmbio acadêmico-científico entre três universidades, quais sejam: Universidade Católica de Pelotas (UCPEL – proponente), Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP – associada 1), Universidade Federal da Paraíba (UFPB – associada 2). Três programas de Pós-Graduação estão envolvidos: Letras (Linguística Aplicada) (PPGL-UCPEL), Ciências da Linguagem (UNICAP) e Linguística (UFPB). Trata-se de um projeto voltado à sistematização de relações e parcerias entre equipes dos referidos Programas, por meio do incremento articulado de missões de estudo, missões de pesquisa e atividades docentes, que dão suporte à mobilidade intra-inter regional. O trânsito previsto não só articula professores e alunos de diferentes níveis, como permite atingir maior equilíbrio regional da pós-graduação no país.

  • Pesquisadores: Isabela Barbosa do Rêgo Barros, Karl-Heinz Efken, Moab Duarte Acioli, Nadia Pereira Gonçalves de Azevedo, Renata Fonseca Lima da Fonte, Roberta Varginha Ramos Caiado, Wanilda Cavalcanti.

2 DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA APOIO À ALFABETIZAÇÃO

A alfabetização constitui-se em um dos grandes desafios no âmbito da educação infantil. Uma das alternativas para apoio ao processo de alfabetização consiste no uso das tecnologias da informação e da comunicação. Em particular, o computador e os dispositivos móveis, como por exemplo os smartphones, permitem associar o encantamento favorecido pelo jogo eletrônico ao processo de aprendizagem da leitura e escrita da Língua Portuguesa. As tecnologias supracitadas podem ser usadas com o objetivo de criar um ambiente de aprendizagem, onde o aprendiz processa a informação, a agrega a seus esquemas mentais e coloca para funcionar mediante um desafio. Este projeto de pesquisa tem como objetivo desenvolver aplicativos para apoio à alfabetização de crianças. Para tanto, um alvo do projeto é a criação de jogos educacionais, no âmbito de aprendizagem com mobilidade, que venham a contribuir para apoiar, de forma lúdica, a alfabetização de crianças. Este projeto foi integrado, em novembro de 2014, ao projeto PROCAD intitulado "Diálogos em linguística: do formal ao discursivo", coordenado pela Professora Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo.

  • Pesquisador: Prof. Dr. Francisco Madeiro Bernardino Junior – madeiro@dei.unicap.br
  • Linha de pesquisa 2 – Processos de Organização Linguística e identidade social.
  • Áreas de interesse:  Tecnologias da informação e da comunicação na relação com as ciências da linguagem; desenvolvimento de softwares para aprendizagem de segunda língua; utilização de recursos tecnológicos como possibilidades de estudo de aspectos prosódicos da voz.

3 AQUISIÇÃO DE LINGUAGEM, MÚSICA E AUTISMO

Este projeto se insere na linha geral de estudos que se propõem a investigar a singularidade, a heterogeneidade de falas de crianças, procurando dar continuidade à tentativa de diálogo entre os campos da aquisição de linguagem e da patologia de linguagem. Pretende-se, mais especificamente, investigar o lugar ocupado pela música nas produções verbais da criança que não apresentam obstáculos em sua trajetória linguística e nas manifestações verbais de adolescentes com diagnóstico de autismo. Assume-se, então, a proposta de abordar a música em sua dimensão constituinte do sujeito e não, como um instrumento facilitador ou expressivo da subjetividade. Serão constituídos, portanto, dois grupos, um dos quais será composto por registros, em vídeo e em áudio, de díades mãe-criança, abrangendo a faixa etária de um ano e meio a três anos, em situações de diálogo espontâneo. O outro grupo será formado por registros em vídeo de adolescentes diagnosticados como autistas, com idade média de doze anos, em sessões de terapia em grupo com a participação de terapeutas. Pretende-se, à semelhança de Projetos anteriores, que os resultados da pesquisa proposta, a partir do confronto entre os dois grupos, coloquem em questão o rótulo de autismo, com sua marca de negatividade, abrindo, portanto, mais uma fenda através da qual se possa escutar a singularidade de manifestações verbais de crianças com esse diagnóstico.

  • Pesquisadora: Profª Drª Glória Maria Monteiro de Carvalho – gmmc@unicap.br
  • Linha de pesquisa 1: Aquisição, Desenvolvimento e Distúrbios da Linguagem em suas diversas manifestações.
  • Áreas de interesse: Aquisição de Linguagem; Psicanálise.

4 SUJEITO DO INCONSCIENTE E FUNCIONAMENTO LINGUÍSTICO EM SITUAÇÕES DE AQUISIÇÃO DE LINGUAGEM E EM OBRAS LITERÁRIAS

Este projeto dá continuidade ao projeto anterior (Sujeito do inconsciente, discurso e inserção social em situações de aquisição e distúrbios de linguagem) e enfocará questões suscitadas pelos achados deste último. No presente projeto, enfocaremos pontos de intersecção entre sujeito do inconsciente e funcionamento linguístico, dentro do quadro da Linguística estrutural, aqui representada por Saussure e Jakobson, e da Psicanálise Freud-Lacaniana. Seu objetivo geral consiste em investigar as relações entre sujeito do inconsciente e funcionamento linguístico em situações de aquisição de língua escrita e estrangeira e em obras literárias. De forma mais específica, visa a: investigar incidências da relação do sujeito do inconsciente e o funcionamento linguístico em produções textuais infantis; investigar a incidência do laço específico com a língua materna na aquisição de uma língua estrangeira, levando em conta os conceitos de sujeito do inconsciente e de lalíngua; analisar o funcionamento linguístico em obras literárias, a partir dos processos metafórico e metonímico que concernem à ordem própria da língua. Os dados que serão analisados nesta pesquisa foram coletados na pesquisa anterior, desse modo não coletaremos novos dados junto a seres humanos, uma vez que já dispomos de dados passíveis de serem reanalisados. Esses dados foram colhidos junto a crianças, adolescentes e adultos em processo de aquisição da língua escrita e estrangeira. A constituição dos corpora obedeceu aos moldes da pesquisa qualitativa e consistirá no emprego de instrume ntos abertos como observação livre ou observação participante, entrevista não estruturada ou semiestruturada, produções textuais que propiciem uma investigação exaustiva dos fenômenos envolvidos nos objetivos. A transcrição desses dados procurou observar tantos os elementos linguísticos como suprassegmentais (entoação) e paralinguísticos (expressão facial e mímica). Além disso, trabalharemos com obras literárias, cuja seleção será guiada pelo objetivo específico que nos propomos. A análise dos dados será norteada por estudos desenvolvidos no campo psicanalítico, bem como pelos trabalhos realizados no campo da linguística estrutural, representada aqui pelos trabalhos de Saussure e Jakobson e por autores da deste campo, cujo trabalho é afetado pela Psicanálise como Arriv& eacute;, Authier-Revuz e Milner.

  • Pesquisador: Profª Drª Maria de Fátima Vilar de Melo – vilardemelo@unicap.br
  • Linha de pesquisa 1 – Aquisição, Desenvolvimento e Distúrbios da Linguagem em suas diversas manifestações.
  • Áreas de interesse: Relações entre sujeito, língua/linguagem, sobretudo através do estudo de situações que problematizam esta relação: afasia, autismo, psicose e aquisição de língua estrangeira. Participa de grupos de estudos da Intersecção Psicanalítica do Brasil.

5 RELAÇÕES ENTRE A ESPIRITUALIDADE E O ESTADO PSICOLÓGICO DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS EM RECIFE, PERNAMBUCO: UM ESTUDO DISCURSIVO (Projeto A)

Esta pesquisa se encontra na interface quantitativa e qualitativa. No caso do componente qualitativo, compreender através do discurso, a percepção subjetiva dos alunos sobre a relação entre espiritualidade, vida psíquica e psicopatologia.Em se tratando dos objetivos, no componente quantitativo é visado relacionar indicadores de bem estar espiritual com bem estar psicológico e espiritual entre alunos universitários do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Católica de Pernambuco. No caso da metodologia, no componente qualitativo serão utilizados Questionário de Dados Sociodemográficos, Questionário de Bem Estar Espiritual e Questionário de Morbidade Psiquiátrico em Adultos, devidamente validados. A análise se fundamenta na relação entre o nível da experiência espiritual e a predisposição dos sujeitos a apresentarem repercussões psicopatológicas, através do cálculo do risco relativo. Em se tratando do componente qualitativo, serão realizadas entrevistas semidiretivas sobre a percepção da relação entre espiritualidade e impacto psicopatológico, visando uma complementaridade entre os instrumentos de pesquisa. Entre os resultados esperados conforme a literatura, a maior vida de experiência espiritual e religiosa implica em vida com melhor bem estar psíquico, o que se torna fator de prevenção de transtornos mentais.

6 NARRATIVAS SOBRE A EXPERIÊNCIA DE SER PORTADOR DE TRANSTORNO MENTAL NA PERSPECTIVA DO SUJEITO E DA SUA FAMÍLIA (Projeto B)

Este projeto de pesquisa enfoca as alterações na linguagem e a experiência subjetiva do adoecimento por transtorno mental e do comportamento, assim como a subjetividade familiar diante desses sujeitos. Fundamenta-se como modelo alternativo ao biomédico, este priorizador da objetividade, da perspectiva individual, da dimensão bioquímica, da leitura quantitativa e ontológica. Ao contrário, o modelo hermenêutico destaca a interação da subjetividade com outras subjetividades, a dimensão sociocultural, a leitura qualitativa e relacional. Trata-se de uma análise baseada na Antropologia Médica, a utilizar uma metodologia fenomenológica e descrever / interpretar a percepção / interpretação / ação dos sujeitos entrevistados. São buscados os modelos explicativos dos pacientes e seus familiares destacando os seguintes aspectos: os sinais identificadores do problema; as hipóteses leigas das suas causas; as atitudes e sentimentos pertinentes. É um estudo que apresenta uma contribuição para a Universidade, a Clínica e Associações de Familiares e Pacientes, ao permitir um incremento do espaço comunicativo e o desenvolvimento de estratégias de promoção à saúde.

  • Pesquisador: Prof. Dr. Moab Duarte Acioli – mbacioli@unicap.br
  • Linha de pesquisa 2 – Processos de Organização Linguística e identidade social.
  • Áreas de interesse: Análise Crítica do Discurso (ACD) e suas relações com a espiritualidade, saúde pública, transtorno mental.

7 AQUISIÇÃO, DESENVOLVIMENTO E DISTÚRBIOS DA LINGUAGEM EM SUAS DIVERSAS MANIFESTAÇÕES (Projeto A - Linhas 1)

Este projeto se propõe a "analisar o discurso de sujeitos idosos, sem lesão neurológica, acerca de suas próprias condições de falantes", além de contemplar igualmente "sujeitos com distúrbios de linguagem diversos, como a gagueira, a afasia e as alterações decorrentes da Síndrome de Alzheimer, bem como suas famílias e/ou cuidadores", utilizando recortes discursivos de sessões de entrevistas que buscarão "compreender sujeito/linguagem a partir do [seu] funcionamento linguístico-discursivo". A pesquisa utilizará os aportes teórico-metodológicos da Aquisição de Linguagem e da Análise de Discurso de linha francesa (AD). Espera-se, com a realização da pesquisa, que se obtenha "uma boa compreensão sobre o funcionamento da linguagem do sujeito idoso, dos sujeitos com distúrbios variados de linguagem e de suas famílias e/ou cuidadores, vistos sob a perspectiva linguístico-discursiva".

8 ANÁLISE DE CONCEITOS FUNDADORES DA ANÁLISE DO DISCURSO DE LINHA FRANCESA (Projeto B - Linha 2)

Muito se fala em Análise do Discurso hoje. Ao mesmo tempo, é sempre necessário esclarecer de que posição se fala, quando o assunto é discurso, uma vez que há inúmeras teorias e procedimentos de análise diferentes. Assim, interessa-nos discutir a Análise do Discurso fundada por Michel Pêcheux, na França, e desenvolvida no Brasil por Orlandi e seguidores. Atualmente, a Análise do Discurso (AD) é estudada por vários profissionais de áreas diferentes e há grupos de estudos sobre AD em todo o Brasil. Com base nesse mo(vi)mento contemporâneo, buscamos analisar os conceitos fundadores da Análise do Discurso de linha francesa, tais como sujeito, discurso, língua, interdiscurso, formações discursivas, imaginárias, ideologia e sentido em discursos da mídia, da religião e da política. Para tanto, constituiremos recortes discursivos desses discursos e procuraremos analisá-los a partir dos procedimentos de análise da mesma teoria. Esperamos que este trabalho contribua para iluminar os estudos sobre os trabalhos em Análise do Discurso, que inclui, necessariamente, o sujeito e a linguagem em sua abordagem. Pensamos que o avanço desta pesquisa é a reflexão sobre os diversos conceitos da Análise do Discurso, considerando os efeitos de sentido diversos.

  • Pesquisadora: Profª Drª Nadia Pereira Gonçalves de Azevedo - nadia@unicap.com
  • Linha de pesquisa 1 – Aquisição, Desenvolvimento e Distúrbios da Linguagem em suas diversas manifestações.
  • Linha de pesquisa 2 – Processos de Organização Linguística e identidade social.
  • Áreas de interesse: Análise do Discurso de linha francesa, fundada por Pêcheux e desenvolvida por pesquisadores brasileiros, como Orlandi, Gregolin, Ferreiro, Marianni, Indursky, Sargentini, entre outros; análise discursiva de discursos midiáticos e políticos; Projeto Interacionista em Aquisição de Linguagem, proposto por Cláudia de Lemos e seguidores; distúrbios de linguagem, como a Gagueira e a Afasia.

9 ANÁLISE DO FUNCIONAMENTO LINGUÍSTICO-DISCURSIVO DE GRUPOS DE AFÁSICOS NO RECIFE E EM CAMPINAS A PARTIR DOS COMPONENTES DA CIF

A linguagem é uma das maiores riquezas que o homem possui. Investigar a linguagem humana não é tarefa fácil, especialmente na linguagem com alterações. O desafio, neste trabalho, será o de analisar o discurso de sujeitos afásicos, acerca de suas próprias condições de falantes, bem como analisar a eficácia da Comunicação Suplementar Alternativa e sujeitos participantes de Grupos de Afásicos de duas regiões distintas Brasil, Recife e Campinas. Para tanto, serão constituídos recortes discursivos de sessões realizadas em grupo para compreender o sujeito/linguagem a partir do funcionamento linguístico-discursivo dos mesmos. Serão utilizados os construtos teóricos da Análise de Discurso de linha francesa e da Neurolinguística Discursiva, bem como os componentes da CIF para análise da funcionalidade e participação. Na interdiscursividade, pretende-se realizar uma análise das formações discursivas, ou seja, a relação da totalidade discursiva com a exterioridade. É possível que, através dos dados colhidos e do estudo realizado sobre o tema, tenha-se uma boa compreensão sobre o funcionamento da linguagem do sujeito afásico, visto sob a perspectiva linguístico-discursiva. Esta pesquisa conta com a participação de pesquisadores da UNICAMP.

  • Pesquisadora: Profª Drª Renata Fonseca Lima da Fonte – renatadafonte@unicap.com
  • Linha de pesquisa 1 – Aquisição, Desenvolvimento e Distúrbios da Linguagem em suas diversas manifestações.
  • Áreas de atuação: Interação mãe-bebê; Aquisição da linguagem oral; Aquisição da linguagem escrita; Distúrbios de linguagem; Cegueira; Multimodalidade.

10 APRENDIZAGEM DE PRODUÇÃO DE TEXTOS ARGUMENTATIVOS EM DISPOSITIVOS MÓVEIS DE COMUNICAÇÃO (SMARTPHONE E TABLET): ATIVIDADES PEDAGÓGICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO EDUCACIONAL - CNPQ- EDITAL UNIVERSAL, N º 14/2012

Trata-se de um projeto de pesquisa que faz convergir três aspectos, quais sejam: o interesse científico pelo estudo da produção de texto e da aquisição da capacidade argumentativa no campo predominante dos estudos da linguagem (Linguística); a perspectiva tecnológica, uma vez que a produção de texto argumentativo a ser estudada será desenvolvida a partir do manuseio dos dispositivos móveis de comunicação, notadamente no interior dos equipamentos digitais como smartphone e tablet; e, por fim, a investigação contempla também o viés da inovação na medida em que busca elaborar, propor e testar novas ações pedagógicas como subsídio teórico-metodológico para o desenvolvimento de um aplicativo computacional cujo objetivo é aumentar a habilidade de escrita do aluno da educação básica.

  • Pesquisadora: Profª Drª Roberta Varginha Caiado – caiado@unicap.br
  • Linha de pesquisa: Linha 2 – Processos de Organização Linguística e identidade social
  • Áreas de Atuação: Linguística Textual, (Multi)Letramento, letramento digital, gêneros emergentes (gêneros digitais), notação escrita digital, novas tecnologias digitais da informação e comunicação na educação, práticas pedagógicas aliadas às novas TDIC.

11 REPRESENTAÇÃO DO DISCURSO OUTRO E DISCURSIVIDADE ESCRITA: ESTUDO COMPARATIVO EM FRANCÊS, ESPANHOL E PORTUGUÊS BRASILEIRO (FINANCIADO PELO PROGRAMA CAPES-COFECUB) (Projeto A)

O projeto de pesquisa Representação do Discurso Outro (RDA ) e discursividade escrita: estudo comparativo em francês, espanhol e português brasileiro consiste num estudo comparado de um corpus em francês, português brasileiro e espanhol da representação do discurso outro nos planos da língua e do discurso, em gêneros para os quais as dimensões metadiscursiva e do heterogêneo são importantes, a exemplo das notícias constituídas de falas, entrevistas comentadas; resumos, notas, resenhas de obra; artigos relatando sessões de tribunais. O projeto foi aprovado no Edital CAPES-COFECUB. Situação: em andamento (2014-2018).

12 DISCURSO DO OUTRO, PONTO DE VISTA E INTERPRETAÇÃO NAS CIÊNCIAS HUMANAS (FINANCIADO PELO CNPQ) (Projeto B)

Este projeto de pesquisa pretende investigar o discurso do outro nas ciências humanas bem como sua vinculação com o ponto de vista na constituição do heterodiscurso.  A retomada de um texto pelo pesquisador é um acontecimento que cria o novo e se dá na forma de diálogo “do texto (objeto de estudo e reflexão) e do contexto emoldurador a ser criado (que interroga, faz objeções, etc.) no qual se realiza o pensamento cognitivo e valorativo do cientista” (BAKHTIN, 2003:311). Pretendo analisar como os textos dessa área do saber se constituem e se fundamentam no discurso de outro, como se distanciam ou dele se aproximam num processo de luta ou de influência recíproca. E também como o interpretam, “transmitem”, ilustram, acentuam ou, ao contrário, o criticam, o desqualificam, polemizam com ele, entre outras atividades. Situação: em andamento (2017-2020).

  1. Pesquisadora: Profª Drª Dóris de Arruda Carneiro da Cunha – doris@unicap.br
  2. Linha de pesquisa 2 – Processos de Organização Linguística e identidade social.
  3. Áreas de interesse: Teoria dialógica do discurso, Discurso da Mídia, Ponto de vista, Discurso reportado e tradução, Gênero discursivo, Questões relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa.

13 GÊNEROS TEXTUAIS DIGITAIS E ENSINO: A INTERAÇÃO NAS REDES SOCIAIS DIGITAIS

O projeto se concentra em examinar os gêneros ("textuais") na relação com as novas tecnologias de informação e comunicação (TIC) e com o ensino de língua, especificamente língua portuguesa. Sob a perspectiva teórica da análise de gêneros de base sociorretórica, ligada principalmente às obras de Swales (2004) e Bhatia (2004), investiga gêneros novos ou ressignificados no contexto das novas tecnologias, especialmente no âmbito da Internet. Em particular, investigam-se gêneros que se apresentam como mediadores da interação entre os participantes de redes sociais digitais como as que se constituem em torno do Facebook. Exemplares de diversos desses gêneros textuais digitais serão coletados e analisados conforme procedimentos típicos da teoria de gêneros sociorretórica, incluindo o Modelo CARS. Como resultado, espera-se obter subsídios para uma compreensão mais profunda das práticas discursivas em curso nas redes sociais digitais, como resultado do acesso de cada vez mais pessoas às novas tecnologias, a fim de trazer luz sobre os desafios que pairam sobre a escola diante da revolução digital por que passa a geração atual. Como uma das contribuições da pesquisa, espera-se possibilitar um olhar mais informado para as práticas comunicativas em que estão envolvidos tanto os estudantes como a população em geral.

  1. Pesquisadora: Prof. Dr. Benedito Gomes Bezerra – beneditobezerra@unicap.br
  2. Linha de pesquisa 2 – Processos de Organização Linguística e identidade social.
  3. Áreas de interesse: Teoria e Análise de gêneros acadêmicos e digitais, Leitura e produção de textos, Letramentos acadêmicos.

O Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem conta com os Laboratórios de:

  • Aquisição, Desenvolvimento e Distúrbios da Linguagem em suas diversas manifestações;
  • Laboratório de Distúrbios de Linguagem e
  • Laboratório de Processos de Organização Linguística e identidade social.

Além de dois Centros de Estudos, Afasia Gagueira que dão apoio ao Mestrado e ao Doutorado em Ciências da Linguagem. Cada um desses Laboratórios dispõe de ambiente específico para estudo e pesquisa (computadores, impressoras, biblioteca específica, sala de reunião) para  professores e alunos do Mestrado e do Doutorado. Os distúrbios são estudados à luz da perspectiva linguístico-discursiva. O centro de Estudos de Afasia e Gagueira, com projetos aprovados pelo CNPq , está totalmente equipado para o desenvolvimento de suas pesquisas que incluem professores e alunos do Mestrado e Doutorado, professores e alunos da graduação. O Centro de Estudos em Afasia e Gagueira teve projetos aprovados pelo CNPq, o que garantiu recursos materiais e a perspectiva de abertura de novos grupos no programa: o de idosos e o de crianças autistas, cujos trabalhos têm foco na linguagem.

Estes laboratórios funcionam no sétimo andar do Bloco G4. Eles reúnem docentes e discentes do Programa, bolsistas de Iniciação Científica e pesquisadores de outras instituições, que estão desenvolvendo pesquisas, cujos temas encontram-se vinculados às linhas de pesquisa do Programa.  Propicia debates dos projetos de pesquisa de seus participantes, promove seminários e eventos, fomenta a apresentação e publicação de trabalhos científicos.

Os alunos do Programa contam, ainda, com o Laboratório de Informática, situado no sétimo andar do G4, que tem 15 computadores com nova interface, inteiramente à disposição dos mestrandos para realização das suas pesquisas e trabalhos.

O PPGCL conta, ainda,  com o suporte de uma sala para realização de seminários e fóruns com mesa de reunião para trinta participantes, além de telão, recursos de Informática (um computador, uma impressora e um datashow), que funciona no sétimo andar do mesmo bloco; com uma sala de estar bastante ampla no terceiro andar; um mini-auditório com 75 lugares. Além disso,  ainda conta com um espaço próprio para pesquisadores no primeiro andar da Biblioteca Central (Estação Pesquisa).